Festival Latitudes de Óbidos

Festival Latitudes de Óbidos: Visita-nos!

O Literário Festival Latitudes de Óbidos

O Festival Latitudes de Óbidos é literário e nasce de um outro festival que a vila lançou e que foi abraçado pela UNESCO: o FOLIO

Após se tornar uma das vilas criativas desta entidade mundial e fazendo agora parte da sua rede de vilas literárias, a mesma decidiu alargar a oferta.

Da vontade de fazer crescer o projecto nasce o Latitudes. O Latitudes está ligado ao segmento das viagens e do turismo.

Esta necessidade maior de viajar e conhecer sítios novos aguça a leitura destes livros que nos mostram o outro lado dos sonhos!

O formato do festival assume o mesmo q o FOLIO: apresentação de livros, colóquios, exposições e concertos.

Data

Como já tínhamos feito referência o Município de Óbidos calendariza os seus eventos para que possamos ter diversão todo o ano.

Nesse sentido este festival que é realizado desde o ano de 2017 tem como espaço o mês de Maio e decorre durante uma semana.

Para mais informações deves sempre recorrer ao site da organização para que não haja lapos!

Bilhetes

O Festival Latitudes é gratuito, pelo que não necessitarás de comprar ou adquirir bilhete para entrar nos colóquios, apresentações de livros, exposições ou concertos.

Localização

Na vila de Óbidos os festivais são realizados na cerca do castelo, onde as pessoas têm de adquirir um bilhete para entrar no recinto.

No caso do Festival Latitudes o recinto é a própria vila. Aqui todas as actividades são realizadas em vários espaços espalhados pelas ruas de Óbidos.

 

 

Estacionamento

Arrumar o carro nesta charmosa vila é fácil pois existem vários parqueamentos espalhados fora das muralhas da vila.

Podes sempre por estacionar em sítios gratuitos como o parque de estacionamento por trás da Caixa Geral de Depósitos (que não é vigiado), ou então optares por pagar e o carro estar protegido - parque de estacionamento do Aqueduto que é gerido e vigiado pelos Bombeiros voluntários.

 

 

 

Contactos

Se pretendes falar com a organização do evento tens sempre o site oficial para o fazer. Ou então tens o Posto de Turismo.

Os contactos directos do Posto de Turismo da vila de Óbidos são:

 

Podes sempre por estacionar em sítios gratuitos como o parque de estacionamento por trás da Caixa Geral de Depósitos (que não é vigiado), ou então optares por pagar e o carro estar protegido - parque de estacionamento do Aqueduto que é gerido e vigiado pelos Bombeiros voluntários.

 

 

 

Hotéis

Se preferires tirar uns dias de férias para vir assistir ao Festival Latitudes encontrarás concertadamente sítio para dormir.

As dúvidas andam sempre à volta do mesmo! Ou escolhes dentro ou fora da muralha. As duas versões têm os seus contras e as suas virtudes.

Se optares dentro da muralha tens a vila pitoresca, as ruas estreitas, mas não podes estacionar o carro e tens de carregar a bagagem.

Se escolheres o aconchego de um Hotel ou Alojamento local fora das muralhas é mais fácil de estacionar e não tens de carregar a bagagem!

Seja ela qual for, a decisão é tua!

 

 

 

Restaurantes

Chegou a hora de escolheres a tua próxima refeição! Também aqui existem opções a serem tomadas.

Podes sempre optar pelos restaurantes fora ou dentro da muralha, mas seja ele qual for vais ter a oportunidade de comer algo mais tradicional, internacional, vegetariano ou simplesmente uma sandes.

A escolha ao almoço é maior do que ao jantar, mas seja o período que escolhas o melhor é sempre reservar mesa.

 

 

 

O que Visitar

A vila de Óbidos é conhecida por ser a vila das Rainhas após o Rei D. Dinis no século XIV ter dado o castelo e a vila como dote de casamento à Rainha Santa Isabel.

Mas na verdade, a história deste local remete-nos para os Celtas que terão sido o primeiro povo a habitar estas terras.

Depois os Romanos conquistaram os Celtas e construíram uma cidade que ainda hoje existe fora da vila - Eburobrittium (não pode ser visitada).

Após os Romanos vieram os Visigodos e após estes os Mouros que construíram o primeiro castelo de Óbidos (século IX).

No entanto, nos dias de hoje a vila muralhada que encontras já é quase toda ela feita pelos portugueses que conquistaram o castelo aos Mouros no século XII.

Hoje ao passeares pelas ruas estreitas da vila tens um conjunto de monumentos e museus que poderás visitar sem pagar pois todos eles são gratuitos.

O nosso artigo sobre a arte e cultura ou sobre o património mostra como o podes fazer e em que horários!

Encontra Aqui

Segue-nos