O que ver, fazer no Vau

A freguesia do Vau encontra-se no concelho de Óbidos. A presença de “gentes importantes” por aqui remontam ao século XII com a vinda da rainha D. Beatriz, esposa do rei português D. Afonso III, onde reza a história terá comprado uma herdade com vinhas.

Depois seguiram-se as passagens do rei D. Afonso IV que também adquiriu uma propriedade por aqui mostrando a importância e a vitalidade da terra. Aqui a mata e a lagoa eram vitais para a coroa, e daí a forte presença da nobreza nesta região.

Juntando-se ao Vau, temos o Arelho como as povoações mais próximas da lagoa e das matas circundantes. Estas povoações eram povoadas grandemente por pescadores ou agricultores. Foi no século XIII que se efectivou como freguesia, e hoje em dia tem por volta de 1000 habitantes.

 

 

 

Lagoa de Óbidos

A Lagoa de Óbidos é a lagoa costeira mais extensa de Portugal com quase seis quilómetros de diâmetro.

Esta é um paraíso para os amantes dos desportos aquáticos como para apaixonados pela observação de aves. Mas não só, a lagoa também te permite fazeres umas caminhadas, ou uns belos piqueniques, é só escolheres.

Praias

Praias em Vau, freguesia de Óbidos - GoObidos o Teu Guia Turístico

Na margem sul da Lagoa de Óbidos fica a praia do Bom Sucesso, com um extenso areal e acessos.

Igreja N. Sra. da Piedade

Mandada erguer ainda no tempo em que a junta de freguesia era São João de Mocharro, e terá começado por ser uma pequena ermida dedicada ao Santo António.

O terramoto de 1755 terá danificado em grande escala a igreja que foi mandada reerguer com o contribuição da população e do infante D. Pedro.

Sítio da Cabana

Sitio da cabana, freguesia do Vau, Óbidos, Goobidos o teu guia turístico

 

Aqui poderás ler a inscrição: “O Sereníssimo e Feliz Restaurador deste Reino, El Rei D. João IV jantou nesta Cabana em quatorze de Setembro de 1645”. mostrando assim a importância do local.

No nosso texto já tinhamos escrito que a nobreza sempre teve grande presença nas terras do Vau, exemplos disso são as passagens de D. João V em 1714, D. José em 1761, Dª Maria em 1782 e D. Pedro V em 1860.

Encontra Aqui

Segue-nos